Eventos

O Brazilian Institute of Neuroscience and Neurotechnology (Brainn), o Programa de Cooperação Interinstitucional de Apoio a Pesquisas sobre o Cérebro (CInAPCe), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), a Assistência à Saúde ao Paciente com Epilepsia (ASPE), o ABCérebro TV, e a ADCiência – Divulgação Científica e Eventos, compreendem que a divulgação científica em Neurociências seja fundamental para a formação acadêmica, profissional e socioeducativa, e anuncia para os dias 5 e 6 de abril de 2018, o "V Encontro sobre Neurociências na Educação Inclusiva": Uma releitura cinco anos depois".

​O encontro objetiva apresentar leituras teóricas e práticas educativas resultantes de trabalhos educativos e científicos sobre as Neurociências aplicadas à Educação, especialmente, propondo uma revisão literária sobre a Educação Inclusiva.

​O encontro trará palestrantes importantes como o Prof. Dr. Li Li Min (FCM-Unicamp); o  Profº Ulisses F. de Araújo (Unifesp-USP); a Profª Drª. Lilia R. de Souza Li (FCM-Unicamp); Profª Drª. Ana Beatriz Barbosa Silva (UFRJ-USP) e a Profª Adriana Fóz (Unifesp-USP), dentre outros convidados para as rodadas de debates e abertura de diálogo com o público presente.

Outra novidade para o #NeuroEdu2018 é que serão oferecidas quatro oficinas com conteúdo prático sobre: 1. Motricidade e Arte; 2. Intervenção do Professor nos Distúrbios de Aprendizagem; 3.  O Impacto da Raiva e Ansiedade na Cognição; 4.  Contribuições da Tecnologia na Educação e Cognição.

O evento em 2018 permitirá a submissão de trabalhos (resumos) até o dia 15 de fevereiro  de 2018, na modalidade de pôster.

As inscrições para ouvintes estão abertas até 30 de março de 2018.

Mais informações, no site do evento.

Quem somos

A epilepsia é a condição neurológica crônica mais comum em todo o mundo e afeta todas as idades, raças e classes sociais. Impõe um peso grande nas áreas psicológica, física, social e econômica, revelando dificuldades não só individuais, mas também familiares, escolares e sociais, especialmente devido ao desconhecimento, crenças, medo e estigma.

SAIBA MAIS!